Beato César de Bus  

Patrono dos Catequistas Modernos

Comemoração litúrgica: 15 de abril  -  Também nesta data:   Santos: Maro, Vitorino e Eutiques; Anastacia e Basilissa

Ordens religiosas da Igreja (Busca)

Breve histórico da Ordem (clique aqui)

FUNDADOR DA ORDEM DOS DOUTRINÁRIOS - DC

CONGREGAÇÃO DOS PADRES DA DOUTRINA CRISTÃ

 

                                               A congregação foi fundada pelo Padre César de Bus na cidade de L’isle, no ano de 1592 e obteve aprovação em 23 de dezembro de 1597, pelo Papa Clemente VIII.  

                                                César de Bus nasceu no dia 03 de fevereiro do ano de 1544 e desde a sua juventude nutria aspiração em seguir a  carreira militar. Seu irmão, que era capitão do Rei Carlos IX, da França, sabendo das inclinações de César de Bus, o convocou  para embarcar numa frota real, ocasião em que, quando preparava-se para isto  foi acometido, de forma repentina,  de uma grave enfermidade que o impediu de  realizar o seu intento. 

                                                Quem o assistiu durante seu estado de convalescença, foram os Jesuítas de Avignon, o capelão e uma camponesa,  fato que  proporcionou sua aproximação com o bispo Cavaillon . As palavras,  admoestações e exemplo destes cristãos exemplares, fizeram com que César de Bus fosse reconduzido para a Santa Religião, de onde  havia afastado-se.    Tão eficaz e profunda foi sua conversão que, tão logo obteve a  cura da enfermidade,   mudou completamente de vida e passou a viver com afinco a são doutrina e acabou ingressando nos estudos  para se tornar sacerdote.  Foi nesta época que já  começou sua pregação, percorrendo sítios e lugares remotos, ensinando o catecismo. Fundou, com  seu primo Romillon, centros de  educação e instrução religiosa, cujo objetivo era  atingir a população rural e  de lugares remotos,  aplicando a catequese  nas mais variadas modalidades, tendo por prioridade a  evangelização por meio da catequese às crianças. 

                                                Aos 38 anos de idade, foi ordenado sacerdote e nessa ocasião, já reunia em torno de si muitos jovens.  Contando com  auxílio e  empenho de bispos e  padres da região,  formou uma enorme  comunidade, que tomou o nome de  "Congregação dos  Padres da Doutrina Cristã",  ou "Doutrinários", os quais viviam todos juntos, mesmo sem  terem  pronunciado os votos da Congregação.   Como César de Bus queria que os padres  pronunciassem definitivamente os votos,   houve séria discordância entre ele e o co-fundador,  seu primo Romillon, que era de opinião que os sacerdotes deviam permanecer na sua condição original, sem necessidade do pronunciamento dos votos.  Como não houve acordo,  Romillon se transferiu para a casa de Aix-en-Provance, enquanto César de Bus permaneceu na sede de Avignon. 

                                                Além da Congregação dos Padres Doutrinários, César de Bus fundou um segmento feminino, denominado Congregação das Filhas da Doutrina Cristã. Por sua dedicação e empenho resoluto na difusão e  ensino do catecismo da Igreja,  passou a ser considerado o "Patrono dos Catecistas Modernos". 

                                                Morreu em decorrência de uma longa e sofrida enfermidade, entregando a alma a Deus  no dia 15 de abril de 1607.  O Papa Pio VII declarou-o Venerável em 1821,  tendo sido beatificado em 1975 pelo Papa Paulo VI.  

 Reflexões

A vida de  César de Bus reflete empenho constante pela difusão da  Sã Doutrina,  pelo uso de uma das ferramentas mais importantes que o mundo contemporâneo parece ter esquecido:  O Catecismo.  Ele é a base sólida de todas as virtudes,  e ajudam a formar, desde a  tenra idade todos os princípios necessários para uma sólida convicção cristã. Todos os cristãos brilhantes que o mundo conheceu, tiveram uma consistente educação na infância pela prédica do catecismo. César de Bus enxergava isto cristalinamente e por esta  sua característica tão forte, pela transmissão desses divinos conhecimentos, foi escolhido como "Patrono dos Catequistas Modernos".

Não só os membros da Doutrina Cristã, mas também os nossos Catequistas leigos, fazem parte de uma Escola importantíssima.  São eles os responsáveis em continuar a obra da qual a família lançou por fundamento. É esta a  grandiosa missão da Escola doutrinária:  Ensinar e educar as crianças e  a mocidade o caminho do dever, encaminhá-las pelas veredas da virtude; acostumá-las à práticas indispensáveis da Religião que Deus edificou. O magistério católico é um verdadeiro apostolado.  Felizes daqueles que para ele  forem chamados, quer na Congregação, quer no mundo.  Se os  sacrifícios são muitos, se a tarefa do ensino é árdua, o nosso consolo também é grande:  O consolo de trabalhar diretamente pela Igreja de Cristo na pregação e ensino cristão, na catequese;  o consolo que há nas palavras do Espírito Santo, que diz:  "Os que tiverem ensinado a muitos o  caminho da justiça, luzirão como estrelas por toda a eternidade" (Dan. 12, 3)  

                                       *  *  *  *  *  *  *  *  *

TÓPICOS RELACIONADOS

Congregação dos Padres da Doutrina Cristã Congregação Filhas da Doutrina  Cristã

Ir para  Página Oriente

Ordens religiosas da Igreja

  

 Referências da história:  http://www.newadvent.org  e http://www.santuariodasalmas.org.br